Saiba como vender mais através das redes sociais


As redes sociais se destacam como ferramentas muito importantes para as estratégias de marketing atuais, porque são bastante utilizadas por públicos distintos. As plataformas reúnem as pessoas e, por isso, são bastante eficientes quando empregadas corretamente. Elas ajudam a aumentar as vendas, um desejo de empresas de todos os segmentos e dimensões.


As relações comerciais mudaram bastante com o passar dos anos, principalmente em função do surgimento de novas tecnologias. Atualmente, pode-se dizer que a nossa sociedade se encontra em um momento regido pela velocidade e pelo imediatismo, em que as pessoas esperam vivências intensas e cada vez mais mais variadas.

Isso pode ser percebido facilmente no comportamento dos consumidores, que passam a combinar diferentes tipos de experiências com as marcas, valorizando as que oferecem essa possibilidade.


Hoje em dia, uma pessoa interessada em aluguel de impressora fotográfica, por exemplo, pode pesquisar pelo serviço online e navegar pelos e-commerces que encontrar, analisando as ofertas. Muitas pessoas visitam não só os sites, mas também as lojas físicas, ou enquanto outras procuram por aplicativos. Tudo isso pode ajudar o cliente a criar uma identificação com as marcas, indo além dos produtos.


Por isso, o investimento nas redes sociais são um fator chave para os empreendimentos aumentarem as vendas. É necessário estar em todos os canais considerados adequados para a marca, acompanhar o comportamento dos consumidores e entender o que eles desejam consumir - com relação aos conteúdos, e não só produtos.


Para as empresas interagirem com o seu público, se tornando acessível e ganhando a identificação da audiência, as redes sociais são o melhor caminho. Mas para isso é preciso que que se desenvolva uma abordagem coerente.


Por que valorizar as vendas pelas redes sociais?


A internet tem cada vez mais influência nas relações interpessoais e comerciais, entre empresas e consumidores. É normal ver grandes marcas varejistas empenhadas em campanhas e anúncios em diversas redes sociais.


De acordo com a pesquisa Social Media Trends 2017, empresas afirmam que as principais vantagens das plataformas são:

Divulgação da marca, citada por 77% das empresas entrevistadas;

Engajar a audiência, citada por 63% das empresas;

Aumentar o tráfego do blog ou site da empresa, citada por 50%;

Ampliar vendas e quantidade de clientes, citada por 48%.


Se antigamente, um outdoor oferecendo limpeza de fachada de predio, por exemplo, era considerado uma ferramenta eficiente, hoje, são as redes sociais, sites e e-mail marketing.


Isso ocorre principalmente porque as pessoas, de uma maneira geral, estão seguindo a tendência de voltar as atenções do meio offline para os canais online, onde há possibilidade de interação, discussão e informação, especialmente.


Novos meios de comunicação não anulam os mais tradicionais, entretanto. É preciso saber como mesclar todas as possibilidades, para se posicionar com estratégia, e sempre de acordo com as preferências do público-alvo de uma empresa de pintura externa de prédios, para exemplificar.


Ao conhecer bem os clientes, o gestor pode avaliar quais as plataformas mais usadas e conteúdos preferidos. O segredo está em oferecer conteúdos eficazes contra as principais dúvidas e problemas dessas pessoas, que podem ser proprietários, síndicos, imobiliárias, entre outros.


Além de estabelecer um canal eficiente para a comunicação entre as duas partes, as redes sociais ajudam as marcas a se valorizarem em seu mercado de atuação, divulgando produtos ou serviços, como uma confecção de banner para fachada. As postagens podem ajudar as empresas a se fortalecer e ganhar relevância para o público.

Essa autoridade crescente é capaz de gerar cada vez mais clientes e, por isso, empresas de todos os segmentos de atuação e de diferentes tamanhos devem investir nas redes sociais.


Como vender mais pelas redes sociais?


Para começar, o sucesso das estratégias de marketing pelas redes sociais depende da compreensão da melhor plataforma para a empresa. Nessa etapa inicial, é fundamental fazer uma pesquisa entre os clientes, para que as ações atendam às suas expectativas e se mostrem eficazes.


Cada rede social tem diferente funcionamento, especificidades e objetivos, e é preciso entender cada uma antes de escolher. Muitos gestores podem pensar que estar presente em todas elas é relevante, mas o que pode fazer a diferença mesmo é uma presença de qualidade.


Nesse sentido, para uma gráfica para impressão de livros, por exemplo, é melhor estar em apenas uma plataforma e movimentar o espaço diária e adequadamente, do que estar em várias, mas não marcar presença em nenhuma.


Felizmente, algumas dicas podem ser bastante úteis para as estratégias nas diversas redes sociais que existem hoje em dia. São elas:


Criar conteúdos relevantes


Atualmente as pessoas têm acesso à uma enorme quantidade de informação online, com conteúdos para o entretenimento ou conhecimento. Diante deste cenário, se destacam as empresas que conseguem diferenciar o seu conteúdo e chamar a atenção da audiência.


Para isso, é fundamental que o material publicado e divulgado tenha qualidade e seja relevante para o público.


No caso de afiliados ou influenciadores, por exemplo, é possível investir em reviews sobre os produtos ou serviços promovidos, como uma montagem de palcos para eventos, por exemplo, que pode ser mostrada em vídeo.


Já as empresas, em suas páginas oficiais, podem criar estratégias de Marketing de Conteúdo, auxiliando o público e destacando os diferenciais da marca. Em ambos os casos, são necessárias informações exclusivas, com boa estética e relacionadas ao produto ou serviço oferecido pela empresa.


Publicações com fotos ou infográficos são excelentes para atrair a atenção da audiência, e a realização de um calendário editorial também facilita na produção de postagens.


Algumas dicas extras são usar os conteúdos para fortalecer o relacionamento com os clientes, incentivando a interação com a marca, e divulgar promoções e eventos pelas páginas.


Os eventos presenciais ou promoções são importantes para atrair novos consumidores e potenciais consumidores. Em alguns mercados de atuação, o contato presencial também pode ser importante para os clientes se sentirem mais seguros em fechar negociações.


Usar ferramentas de gestão de mídias sociais


Uma estratégia bem sucedida geralmente conta com um perfil em cada uma das principais redes sociais utilizadas pelo público-alvo das empresas. Para se manter ativo em todas elas, acompanhar as reações e manter contato com o público o ideal é utilizar uma ferramenta de gestão de mídias sociais.


Hoje em dia, são diversas opções com diferentes funcionamentos, se adequando às necessidades de uma empresa especialista em comunicação visual interna, ou de outros setores, para exemplificar. Além de ajudar empresa a garantir a consistência das postagens, as ferramentas ajudam a monitorar e mensurar os resultados das campanhas.



Utilizar grupos e comunidades


Os grupos e comunidades foram criados para reunir as pessoas com interesses em comum nos ambientes online das redes sociais. Os canais se tornaram importantes principalmente para a divulgação de produtos para audiências segmentadas.


Por isso, uma dica para os empreendedores é a procura por essas comunidades. Uma empresa especializada em controle de acesso digital, por exemplo, pode se fazer presente em grupos para síndicos de prédios, donos imobiliárias, ou sobre segurança urbana e residencial.


A ideia é procurar grupos relacionados ao produto que a empresa vende e participar dos fóruns e conversas, respondendo as dúvidas que podem surgir sobre os assuntos. No entanto, é válido lembrar que a postagem de links de vendas repetidamente, sem a contextualização adequada, pode prejudicar a imagem do empreendimento ou até causar a expulsão da comunidade.


O ideal é estabelecer um relacionamento mais aproximado, com conversas com os potenciais clientes, avaliando de verdade os seus problemas para, somente depois, apresentar a solução, que nesse caso é a oferta do produto ou serviço.


Incorporar o social commerce


Quando as redes sociais passaram a ser utilizadas para o comércio eletrônico de serviços e produtos, nasceu o conceito de social commerce. De uma maneira geral, é a integração do e-commerce às mídias sociais, em que as empresas podem vender diretamente para o consumidor por meio das postagens. Isso pode ser feito com a incorporação de plugins.


Um erro bastante comum das empresas é pensar que o público já conhece os seus produtos, e deixar de lado as publicações que apresentam o que exatamente a empresa oferece. Mesmo que muitas pessoas saibam que a marca existe, podem não entender o que é vendido por ela.


Pelas redes sociais, o ideal é que as empresas divulguem sua linha de produtos ou serviços, mas evite o discurso de vendedor, mostrando que as informações e o produto são de interesse da audiência.


Usar anúncios pagos para aumentar a base de seguidores e fãs


Os anúncios nas redes sociais são ótimas maneiras de aumentar a base de seguidores das empresas, principalmente depois que as plataformas reduziram o alcance das postagens comerciais, nos últimos anos. Os anúncios ajudam a conquistar novos seguidores, atraindo mais cliques para os links das empresas.


Desta forma, é possível conquistar mais pessoas e aproveitar melhor o potencial de vendas e relacionamento que as plataformas possibilitam. A postagem constante de materiais relevantes e a frequente interação com o público fazem das redes sociais ferramentas essenciais para alavancar as vendas das empresas.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

RK COMUNICAÇÃO

COMPRA SEGURA

Ambiente 100% seguro

QSD 21 LOTE 22 - BRASÍLIA/DF CEP 72020210

© 2019 by RK Estratégia Digital. Todos os direitos Reservados CNPJ: 21.761.878/0001-10

os preços exibidos não incluem possíveis taxas que podem ser cobradas por empresas de cartão de crédito ou entidades bancários, por exemplo no caso de pagamentos em parcelas.